Tipos de Cerimônias

Uma história de amor é única, assim como devem ser as cerimônias de casamento. Atualmente é comum encontrarmos casais que querem se surpreender e surpreender aos convidados com uma cerimônia que retrate a personalidade e o amor dos noivos. Seja ecumênica ou sem religiosidade, as cerimônias podem e DEVEM apresentar simbolismos que contam a história do casal. Conheça alguns rituais que podem fazer parte de uma bela cerimônia:

Cerimônias das Areias

Essa antiga prática, conhecida como a cerimônia das areias, teve inicio nos casamentos dos nativos havaianos, realizados na beira da praia. Nesse momento, eles corriam em direção ao mar para apanhar um punhado de areia e depois depositá-lo em uma tigela que ficava sobre o altar. Eles acreditavam que esse ato era a representação de uma união indissolúvel do casal, fazendo menção à união dos grãos que jamais poderão ser separados homogeneamente formando um corpo só, assim como o casamento. Hoje, o rito das areias está mais moderno, com o uso de grãos coloridos, mas sem a perda de seu significado.

Cerimônia das Velas

Também conhecida como Cerimônia das Luzes, esse ritual utiliza três velas, sendo duas menores e mais finas e uma de porte maior. Os noivos devem segurar acesas as duas velas pequenas e, pouco antes do celebrante oficializar o matrimônio, têm de acender a vela grande com a chama das que estão em suas mãos. Em seguida, as velas dos noivos são apagadas, em uma representação do significado do casamento: as chamas menores eram suas vidas de solteiro, que se juntaram em uma chama com uma base (a vela grande) maior e mais duradoura.

Cerimônias das Taças

Nessa cerimônia, os noivos misturam o conteúdo de duas taças de vinho – branco e tinto -, formando uma bebida rosada que simboliza a união de duas pessoas de maneira definitiva. O casal deve compartilhar o líquido e, em seguida, quebrar o recipiente, para que ninguém mais beba daquele objeto sagrado.

Cerimônia da Árvore

Já diz o ditado que nessa vida temos que "plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho". E se a sua primeira árvore for plantada justamente na sua cerimônia de casamento? Esse ritual é a cara dos amantes da natureza e dos que sabem que o amor é igual a uma planta, tem que ser cuidado todos os dias.